ESQUERDOPATA: Ativista negro publica texto ultra-racista, antissemita, no site petista Brasil 247, chamando todos os judeus de "filhos da puta"

Share:
Compartilhe Essa Matéria


O ativista negro Lelê Teles, que se apresenta no seu perfil no Facebook como jornalista, publicitário e roteirista, e sócio na empresa Rupestre Filmes, publicou no site petista Brasil 247 um texto ultra-racista, antissemita explícito, chamando todos os judeus de "filhos da puta", sem exceção, e com frontais ataques à religião judáica. O ativista diz que estudou na UnB e frequentou mestrado. Nas fotos que publica no seu perfil no Facebook ele deixa claro que é adepto de religião africana. Como negro ativista, Lelê Teles deve ter clara consciência do que é racismo. E como um ser religioso, ele também deve saber que todos devem respeito à fé dos outros, o que é mais do que uma obrigação, é um dever constitucional. Com o texto que publicou no site petista Brasil 247 ele cometeu um série de crimes. E não é preciso sequer ter cursado um semestre de curso de Direito para se chegar a essa conclusão.

Leia a íntegra do texto publicado no site petista Brasil 247 pelo ativista negro e petista Lelê Teles: 

Quem é judeu?
2 de Março de 2018
Bibi Netanyahu, corrupto e genocida, está vindo aí. Só o diabo sabe o que ele vem fazer por essas paragens. Antes que Jean Wyllys diga mais uma bobagem em favor do sionismo, vos digo em verdade. A lei judaica afirma que judeu é todo aquele nascido de mãe judia, ou que tenha se convertido seguindo certos princípios e tal.... Na bíblia, os judeus são aqueles que matam, que invadem as terras alheias e que trepam com diversas mulheres, embora apedrejem as mulheres que trepem com diversos homens. Atentai bem! Jacó, judeu legítimo, é aquele que deu porrada em um anjo. Imagina você um camarada espancando um anjo do senhor! Esse é o nosso Jacó. Esse mesmo Jacó é aquele malandro que mentiu para o próprio pai por pura ganância e por inveja, porque o pai preferia o irmão, Esaú. Grande filho da puta esse Jacó. Na minha quebrada ele não durava um dia. Mas acabou que deu ruim pra ele. José, o seu filho predileto, foi vendido como escravo pelos próprios irmãos. Ele enganou o pai e foi enganado pelos filhos. E ainda foi trapaceado pelo tio, Labão, que o obrigou a trabalhar pra ele por duas décadas. Nesse período, entre uma enxadada e outra, o taradinho comia as duas filhas do tio e ainda as duas servas delas, fazendo filhos como coelho. É desse sujeito que descendem as 12 tribos de Israel, encabeçadas pelos seus doze filhos, um mais filho da puta que o outro. Pelas barbas de Bin Laden, dirás. mas digo mais. Para você não sair por aí tão BBB quanto o Jean Wyllys, falando do que não sabe, ouça o nosso velho e bom Bourdoukan. Abraão não era judeu. Moisés não era judeu. Davi não era judeu. Salomão não era judeu. Sobrou Israel que era judeu e na acepção da palavra significa inimigo de Deus. Como é que ficamos?

Mas vamos aos fatos para que não pairem dúvidas. Abraão não era judeu porque ele é anterior ao judaísmo. Historicamente, Abraão era iraquiano da cidade de Ur. Moisés era egípcio no nome e pelo nascimento e não se sabe quem foi sua mãe. Davi não era judeu porque os judeus só reconhecem quem é judeu pelo lado materno. E a mãe de Davi era moabita. Salomão, filho de Davi, era neto de Ruth, a moabita. E por falar em descendência, Jesus, o Messias, é descendente, de acordo com a Bíblia, de Davi, o neto da moabita. Jesus era palestino de nascimento. Sobrou Israel. Israel era judeu e arrogante. O nome verdadeiro de Israel é Jacó e recebeu o nome de Israel porque ofendeu e lutou contra o anjo do Senhor. Isso também está na Bíblia. E quem agride um anjo não se torna seu amigo, mas inimigo. Portanto, tecnicamente Israel significa inimigo de Deus. Talvez agora consiga-se entender porque os governantes de Israel são tão arrogantes e cruéis. Palavras sapienciais". 

Não é de estranhar que o site petista Brasil 247 acolha publicações dessa ordem. A esquerda é antissemita por essência, desde que surgiu o conceito de esquerda. Para a esquerda, é essencial liquidar com a religião. E o principal inimigo é o judaísmo, fonte, origem, da civilização ocidental judaico-cristã. É necessário liquidar com essa "ordem civilizacional" para impor a "ordem materialista". A esquerda brasileira foi bastante longe no seu intento de liquidar com a civilização no ocidente e no Brasil. Os incontáveis crimes cometidos nos escândalos do Mensalão e da Lava Jato comprova isso à saciedade. Mas, até hoje a esquerda comuno-petista não tinha ousada transpor o limite do racismo explícito, do antissemitismo militante, como agora foi feito pelo site petista Brasil 247 e por seu blogueiro, Lelê Teles. Este é o tipo de situação que não pode ficar sem uma atuação vigorosa da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.


Via: poncheverde

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres


// O corpo do texto deve ficar no lugar deste comentário. //

Nenhum comentário