Publicidade

Últimas Notícias
recent

CONTRA AGENDA FEMINISTA: Engenheiro defende desigualdade entre géneros


Documento de dez páginas foi divulgado na google, mas identidade do autor é desconhecida
Um documento anónimo, mas que se suspeita ter sido escrito por um engenheiro de software da Google defende que não existe igualdade de género no setor porque as mulheres são biologicamente diferentes dos homens e, por isso, menos vocacionadas para a liderança. O autor do documento de dez páginas - divulgado na íntegra pelo site Gizmodo, mas avançado em primeira mão pelo site Motherboard - foi criticado nas redes sociais por funcionárias da multinacional. A Google reagiu com um memorando interno onde garante que o documento não representa o ponto de vista da empresa.
O documento, no entanto, defende que "a distribuição das preferências e competências de homens e mulheres são diferentes em parte por razões biológicas e essas diferenças podem explicar porque não vemos uma representação igualitária de mulheres nas tecnologias e na liderança". O autor enumera depois uma lista de diferenças entre homens e mulheres, onde elas são mais abertas a lidar com sentimentos do que com ideias, são mais interessadas nas pessoas do que nas ideias. Já os homens são descritos como mais orientados para o status. "Perguntamo-nos muitas vezes porque não vemos mulheres na liderança, mas nunca perguntamos porque vemos tantos homens nesses lugares. Essas posições requerem, frequentemente, muitas e stressantes horas de dedicação que depois podem não valer a pena se quisermos uma vida equilibrada e recompensadora", escreve o autor cuja identidade permanece desconhecida.
Este é mais um revés para a gigante da internet, que desde abril está a ser investigada pelo Departamento do Trabalho dos EUA por pagamentos desiguais entre mulheres e homens.
Via: DW

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres


Tecnologia do Blogger.