Publicidade

Últimas Notícias
recent

Trump proíbe pessoas transgénero no exército dos EUA

O presidente norte-americano anunciou na rede social Twitter que não vai permitir que pessoas transgénero prestem qualquer tipo de serviço militar nos Estados Unidos.

A decisão foi tomada após várias consultas com generais e peritos militares. O presidente norte-americano justifica a medida com os "tremendos custos médicos e disrupção" que tal "iria implicar".
Em três tweets, Donal Trump escreve que "o governo dos Estados Unidos não vai aceitar ou permitir indivíduos transgénero em qualquer área do exército. Os nossos militares devem focar-se em conseguir esmagadoras e decisivas vitórias e não podem ser sobrecarregados com os tremendos custos médicos e pela disrupção que implicaria receber pessoas transgénero nas forças militares".

Sob a presidência de Barack Obama, o Pentágono colocou um ponto final na proibição de os transgénero servirem nas forças armadas. A única condição era que a pessoa vivesse estável na nova condição há 18 meses.
As primeiras pessoas transgénero deviam começar a poder alistar-se este ano, mas no início de julho o Pentágono anunciou um adiamento de seis meses, até 1 de janeiro de 2018. Durante esse período, indicou então o Pentágono, iriam ser revistos os planos de adesão por parte de pessoas transgénero e avaliados os "impactos" da sua integração nas Forças Armadas.
As estimativas do Departamento da Defesa indicam que, atualmente já prestam serviço militar entre 2.500 e 7 mil pessoas transgénero entre os 1,3 milhões de militares norte-americanos no ativo, os quais declaram a sua orientação já depois de terem sido integrados. Até ao ano passado, arriscavam ser expulsos se revelassem a sua orientação sexual.
Via: tsf.pt
Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***
Tecnologia do Blogger.