Publicidade

Últimas Notícias
recent

Suécia a beira da guerra civil: o sistema legal entrou em colapso e muitos agora clamam por uma intervenção militar

 

Suécia está em ruínas e se faz necessário a aplicação rigorosa das leis.

Suécia está em ruínas e se faz necessário a aplicação rigorosa das leis. Mas não é o que acontece, e isso é apenas uma questão de tempo para que o país precise de uma intervenção militar, até mesmo, de outros países para evitar uma catástrofe humanitária. (VER VÍDEO)

Recentemente, de acordo com um relatório, o número de áreas sem lei (vulgarmente designado como "no-go áreas") na Suécia chega a 61. Um ano atrás havia 55 “no-go áreas”. Este aumento inclui não apenas o número total, mas também a dimensão geográfica destas áreas. (VER VÍDEO)

O Comissário da Polícia Nacional da Suécia, Dan Eliasson, falou na televisão nacional e pediu ajuda: "Ajuda-nos, ajuda-nos...!" dizia, enquanto alertava que a polícia sueca já não consegue cumprir a lei e, portanto, devem ter o apoio de todas as instituições do país.

Um pesquisador sueco, Johan Patrik Engellau, tem trabalhado com organizações como a ONU e outros que operam em áreas de crise. Ele adverte: "Temo que seja o fim de uma Suécia organizada, digna e igualitária temos conhecido até agora. Pessoalmente, eu não ficaria surpreso se algum tipo de guerra civil ocorresse. Em alguns lugares, a guerra civil provavelmente já começou. "

O Estado sueco perdeu grandes áreas nas mãos de grupos armados religiosos, que melhor descrito como milícias islâmicas. O chefe de polícia, Lars Alversjo disse que "não há leis em algumas regiões de Estocolmo (capital da Suécia)". Ele também observou como "o sistema legal, que é um pilar de qualquer sociedade democrática desmorona na Suécia."

Magnus Ranstorp, pesquisador do terrorismo e da radicalização na Faculdade Nacional de Defesa da Suécia, disse: "Nas áreas mais extremas tomaram conta. Todo o senso de justiça e paz está sendo ameaçada e tende a piorar. Suécia está em uma situação desastrosa."

Serviço Sueco de Segurança (Säkerhetspolisen - abreviado como SAPO) advertiu recentemente que o país é atormentado por "milhares de islâmicos" que compartilham a ideologia do Estado islâmico. Em muitos lugares, os funcionários públicos (ou seja, as autoridades não-islâmicas) precisam ser escoltados pela polícia ou segurança privada.

A palavra que as autoridades suecas e os meios utilizados para identificar as "áreas proibidas" do país é "utenforskap". A palavra significa algo como "área excluída". Nessas áreas, a lei sueca foi substituída pelo código legal islâmico, Sharia. Grupos de muçulmanos armados e radicais islâmicos estão simplesmente invadindo e tomando para si grandes regiões. A única razão pela qual Suécia não se tornou uma zona de guerra em larga escala, é provavelmente pelo fato de que o governo liberal não é uma ameaça ou qualquer resistência real aos islâmicos.

Mesmo que o governo sueco escolhesse lutar amanhã, a Suécia não teria capacidade militar suficientemente necessário para reverter a situação. 80% dos militares do país estão querendo abandonar a instituição, o que é um sinal claro de que a polícia está completamente desmoralizada. Os militares suécos, foram reduzidos a quase nada, e sem dinheiro para se manter.

Como Johan Patrik Engellau afirma: "O governo não parecem compreender que perdeu o controle. Há um ponto em que você não pode parar o desenvolvimento de uma situação. Eu não sei se a Suécia chegou a este ponto por causa das consequências [da] imigração, mas eu receio que estamos muito perto de ser um país muçulmano. Se tomarmos agora uma ação firme, incluindo parar com a política de imigração e promoção do multiculturalismo, poderemos economizar quaisquer dificuldades que possam prejudicar a Suécia".

O fato é que a elite política da Suécia está longe de tomar tal decisão, porque eles não falam abertamente sobre estas questões. Suécia, portanto, logo precisará de ajuda externa. O pedido de ajuda do chefe de polícia Dan Eliasson, inclui apenas parceiros potenciais da Suécia, mas em breve a comunidade internacional terá de intervir, evitando uma catástrofe.


Via: Alerta Digital



Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***
Tecnologia do Blogger.