Publicidade

Últimas Notícias
recent

URGENTE: ONU debate novo teste com míssil norte-coreano


O Conselho de Segurança das Nações Unidas vai reunir-se na próxima terça-feira, em Nova Iorque, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), para debater a situação política e as tensões na península coreana, depois do mais recente lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte, na madrugada de domingo (noite de sábado em Portugal).

A Coreia do Norte lançou neste sábado (já domingo na península asiática) um míssil balístico que sobrevoou 700 quilómetros, desde uma região na costa Oeste do país, até cair no mar a Leste, de acordo com as forças militares sul-coreanas. O Japão afirma que o projéctil terá atingido uma altitude de 2000 quilómetros. O lançamento acontece dias depois de um novo Presidente ter sido empossado na Coreia do Sul, pedindo diálogo ao regime de Pyongyang.

O tipo de projéctil lançado não foi imediatamente claro. A agência de notícias Yonhap dizia, no entanto, que aparentava ser um míssil balístico, o que se confirmou mais tarde. Porém, segundo fontes japonesas não identificadas e citadas pelo jornal The Guardian, este pode ser um novo tipo de míssil norte-coreano. Segundo a Reuters, os dados de Tóquio indicam que o míssil foi lançado às 5h30 locais de domingo (20h30 de sábado em Portugal continental) e manteve-se no ar cerca de 30 minutos, antes de cair no mar do Japão, a cerca de 400 quilómetros da costa leste da Coreia do Norte.

Os Estados Unidos já reagiram ao novo ensaio norte-coreano. "A Coreia do Norte tem sido uma ameaça flagrante durante demasiado tempo. Esta última provocação é uma chamada para todas as nações implementarem sanções bem mais pesadas à Coreia do Norte", disse a Casa Branca em comunicado. "Com o míssil a cair tão perto do território russo - aliás, mais perto da Rússia do que do Japão - o Presidente [Trump] não imagina que a Rússia esteja satisfeita", lê-se ainda.

De facto, e já este domingo, fonte do Kremlin citada pelas agências internacionais disse que tanto Moscovo como Pequim estão "preocupadas com a escalada de tensão"representada pelo novo ensaio norte-coreano. A crise na península foi discutida num encontro na capital chinesa entre o Presidente Vladimir Putin e o homólogo chinês Xi Jinping, à margem do Fórum de Cooperação Internacional da Nova Rota da Seda.

Via: publico

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***


 DOE AGORA

Tecnologia do Blogger.