Publicidade

Últimas Notícias
recent

QUEM ACABOU COM OS DESENHOS NA TV ABERTA?


Por DobsonLobo



O SITE DO INSTITUTO ALANA.

ESTE INSTITUTO É RESPONSÁVEL POR VÁRIOS PROGRAMAS SOCIAIS VOLTADOS PARA CRIANÇAS. EM SUA APRESENTAÇÃO O INSTITUTO ALANA DIZ BUSCAR CAMINHOS PARA TRANSFORMAR GERAÇÕES E UM MUNDO MAIS SUSTENTÁVEL DE EXCELENTE RELAÇÕES HUMANAS.

ESTE INSTITUTO TÃO PREOCUPADO COM AS CRIANÇAS TEM COMO FUNDADORA A BILIONÁRIA Ana Lucia de Mattos Barretto Villela, NINGUÉM MAIS NINGUÉM MENOS QUE A bisneta do fundador do banco 
ITAÚ.

O BANCO ITAÚ HOJE É O MAIOR ANUNCIANTE DA TELEVISÃO BRASILEIRA E TAMBÉM A MAIOR EMPRESA PRIVADA A DETER VERBA PÚBLICA DO BND&S. O BANCO ITAÚ COM CERTEZA NÃO SOFRE PROBLEMAS PARA LEVAR AO AR SUAS PROPAGANDAS, MAS A ONG DA BILIONÁRIA Ana Lucia DE 42 anos TEM COMO ALVO DE ATUAÇÃO O KINDER OVO E O DADONINHO.

Depois de muito tempo, energia e dinheiro investidos, a publicidade infantil foi praticamente banida do país. São tantas restrições e regulações que o mercado de propaganda de produtos para crianças é uma mera sombra do que já foi.

EM 2014 MAURICIO DE SOUZA CRIADOR DA TURMA DA MÔNICA DISSE: Proibir propaganda para crianças seria "burrice".

A proibição da publicidade infantil, prevista em uma resolução do Conselho Nacional dos Direitos da Infância e da Adolescência (Conanda) e em projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional.Ele encomendou uma pesquisa para mostrar os supostos prejuízos econômicos da proposta....

O estudo divulgado pela GO Consultoria, feito a pedido da Mauricio de Sousa Produções, estima que a restrição da propaganda para crianças geraria uma perda de pelo menos R$ 33 bilhões por ano para a economia do país.

Isso faria, ainda segundo o estudo, com que empresas que realizam licenciamentos, como a própria Mauricio de Sousa Produções, perdessem negócios, o que poderia resultar em cortes de salário e desemprego.

No mundo real, longe das boas intenções dos discursos preparados pelas mais caras empresas de relações públicas e advocacy, a perseguição ao Kinder Ovo e ao McLanche Feliz representaram um desastre econômico e também cultural. Sem propaganda infantil, não há programação infantil.

O ataque à publicidade infantil é também a porta de entrada para que o conteúdo destinado a crianças fosse substituído pelo lixo ideológico de Fátima Bernardes e afins. Enquanto as gerações anteriores de crianças viam desenhos animados na TV aberta, hoje assistem doutrinação sobre mudança de sexo para menores de cinco anos.


Este programa não foi veio ao ar substituindo a tv globinho por causa das donas de casa, quem tem TV por assinatura pode trocar o programa encontro da Fatima Bernardes por canais de conteúdo infantil, mas quem tem somente a TV aberta tem que se contentar com seus filhos tendo aula de funk ou aprendendo a trocar de sexo.

Se a proposta do instituto Alana é melhorar o mundo, eles devem saber que melhorar o mundo passa por esquecer os discursos encomendados, as palavras fáceis, os apelos emocionais, e buscar compreender o que acontece na prática quando se ataca um setor produtivo da economia como o de produtos infantis, por motivos meramente ideológicos.

Os bilionários continuarão educando seus filhos em escolas estrangeiras e oferecendo tudo que o dinheiro pode comprar. 

Já os filhos do resto da população, os menos afortunados vão sendo educados pela Fátima Bernardes.

É triste saber que as crianças estão na mão da doutrinação ideológica da agenda global.







Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***
Tecnologia do Blogger.