Publicidade

Últimas Notícias
recent

Estudo da Universidade de Yale (EUA) mostra associação entre vacinas e distúrbios cerebrais [VÍDEO]


Por DobsonLobo
Um novo estudo de uma equipe de pesquisadores da Yale School of Medicine e da Penn State College of Medicine publicado na revista Frontiers of Psychiatry, encontraram uma "perturbadora associação entre o calendário de vacinas e o início de certas doenças cerebrais em um subconjunto De crianças. 

"Este novo estudo levanta questões importantes sobre se a vacinação desencadeia danos imunológicos e neurológicos - algo que os pais de crianças autistas já dizem há muitos e muitos anos.

Diz o artigo:

"Analisando cinco anos de dados privados de seguro de saúde em crianças de 6-15 anos, esses cientistas descobriram que os jovens vacinados nos últimos três a 12 meses foram significativamente mais propensos a ser diagnosticado com certos distúrbios neuropsiquiátricos do que os seus homólogos não vacinados.
Mais de 95.000 crianças no banco de dados que foram analisadas tinham um dos sete distúrbios neuropsiquiátricos: anorexia nervosa, transtorno de ansiedade, déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), transtorno bipolar, maior depressão, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

As crianças com esses transtornos foram comparadas com crianças sem transtornos neuropsiquiátricos e crianças que tinham feridas abertas e ossos quebrados. No entanto, as crianças com ossos quebrados e feridas abertas não mostraram associação significativa com vacinações nem crianças com depressão, transtorno bipolar ou déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

"Entretanto, as crianças que foram vacinadas eram 80% mais prováveis de serem diagnosticadas com anorexia e 25% mais prováveis de serem diagnosticadas com transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) do que suas contrapartes não-vacinadas. Crianças vacinadas também foram mais propensos a ser diagnosticado com um transtorno de ansiedade e com tiques, em comparação com os controles.
A equipe de pesquisa teve o cuidado de elaborar suas conclusões para que ninguém fizesse muito dos resultados, "Esta análise epidemiológica piloto implica que o aparecimento de alguns distúrbios neuropsiquiátricos pode estar temporalmente relacionado com a vacinação prévia em um subconjunto de indivíduos. Essas descobertas justificam uma investigação mais aprofundada, mas não provam um papel causal de infecções ou vacinações antecedentes na pathotiologia dessas condições ".

Se há uma coisa que sabemos, é a frase que amantes das vacinas citam: "Correlação não significa causalidade".

No entanto, se certas vacinas ou uma combinação dessas vacinas estão provocando distúrbios cerebrais, já passou o tempo de tentar descobrir.

Diz ainda o artigo:

"Embora novas descobertas sobre o sistema imunológico humano estão sendo feitas o tempo todo, é bem entendido que o sistema imunológico desempenha um papel no desenvolvimento do cérebro e em certas condições psiquiátricas, incluindo distúrbios de atenção, distúrbios alimentares, distúrbios obsessivos e depressão.

Também é bem compreendido que a resposta imune do corpo envolve a inflamação, que é quando o tecido incha em resposta à estimulação prejudicial. Estimulação prejudicial inclui doenças infecciosas (isto é, as próprias doenças), toxinas ambientais como o mercúrio e alérgenos como pólen ou ácaros (que são benignos, embora um sistema imunológico excessivamente estimulado os perceba como ameaças).
Compreendendo que a própria vacinação pode causar inflamação, e que estudos científicos anteriores mostraram que quando uma reação imune causa inflamação, ela pode afetar negativamente o cérebro, "é cientificamente plausível e mais do que razoável investigar se a própria vacinação, que provoca inflamação, pode Também afetar negativamente o cérebro. 

Precisamos de mais estudos. Na verdade, estamos pedindo mais estudos sobre as vacinas porque queremos que nossos filhos estejam seguros.

ASSISTIR VÍDEO:




Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***
Tecnologia do Blogger.