Publicidade

Últimas Notícias
recent

Prisão de americano na Coréia do Norte aumenta tensão entre país e EUA


PYONGYANG — Um cidadão dos EUA foi preso na Coreia do Norte, elevando para três o número de americanos detidos no país. Tony Kim, também conhecido pelo seu nome coreano, Kim Sang-duk, foi preso no sábado, informou Park Chan-mo, representante da Universidade Pyongyang de Ciência e Tecnologia.
Segundo Park, Kim, que tem cerca de 50 anos, lecionou na universidade por cerca de um mês, e foi preso por oficiais quando tentava deixar o país pelo aeroporto internacional de Pyongyang.
A embaixada da Suécia em Pyongyang informou estar ciente da prisão de um cidadão americano, mas não comentou o caso. A representação sueca trata das questões consulares dos EUA na Coreia do Norte porque os dois países não possuem relações diplomáticas.
Park informou que Kim lecionava na Universidade Yanbian de Ciência e Tecnologia, na China, antes de se mudar para Pyongyang. Ele disse ter sido informado que a prisão não estava relacionada com o trabalho de Kim na universidade, mas não obteve mais detalhes.
Até a noite deste domingo, a imprensa oficial da Coreia do Norte não informou a detenção.
A prisão de Kim acontece num momento de tensão elevada entre os EUA e a Coreia do Norte. No ano passado, Otto Warmbier, estudante da Universidade de Virgínia, foi condenado a 15 anos de prisão após confessar ter tentado roubar um cartaz de propaganda.
Kim Dong Chul, nascido na Coreia do Sul, mas com cidadania americana, está cumprindo sentença de dez anos de prisão por espionagem.
Outro estrangeiro detido no país é o pastor Hyeon Soo Lim, nascido na Coreia do Sul, mas com cidadania canadense. Ele foi condenado à prisão perpétua em 2015 sob acusação de tentar usar a religião para destruir o sistema norte-coreano
Via: extra / valor

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***


 DOE AGORA

Tecnologia do Blogger.