Publicidade

Últimas Notícias
recent

WikiLeaks diz que França alimentou Estado Islâmico



O perfil oficial do WikiLeaks no Twitter sofreu inúmeras críticas por usuários da rede social após publicar que a "França alimentou o Estado Islâmico". Nesta sexta-feira (13), aconteceram ataques terroristas em quatro locais em Paris, capital francesa. Nenhuma organização assumiu a autoria.
"Ao menos 39 mortos nos ataques terroristas franceses essa noite. França fechou as fronteiras. Estados Unidos, Reino Unido, França alimentaram o Estado Islâmico. Não é tão engraçado agora, é?", publicou o site em sua conta na rede social.
Em pouco tempo, dezenas de usuários criticaram a publicação. "Nunca foi, este comentário é inapropriado", respondeu um. "Não use tragédias assim para marcar pontos. Delete esse tweet", pediu outro.
O site voltou ao seu perfil para afirmar: "250 mil mortos na Síria e no Iraque. Ambos um resultado direto dos EUA, Reino Unidos e França alimentando extremistas sunitas".
Ataques
Explosões ocorreram próximo ao Stade de France, em Paris, na noite de sexta, durante um jogo entre as seleções da França e Alemanha. Além disso, três tiroteios simultâneos - entre eles um ataque à casa de show Bataclan - deixaram 112 mortos, segundo a prefeitura de Paris. Dezenas de pessoas ficaram feridas em outros pontos da cidade, segundo a polícia parisiense.
O presidente francês, François Hollande, afirmou em declaração em rede nacional que está declarado estado de emergência em toda a França e que as fronteiras serão fechadas.
O vice-prefeito de Paris, Patrick Krugman, afirmou que vários ataques aconteceram ao mesmo tempo. Ele disse que houve "entre seis e sete locais de ataques no centro de Paris e fora.
Via: G1

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Tecnologia do Blogger.