NASA admite problemas com Cinturão de Van Allen, mas e a Lua?

Share:

Na apresentação abaixo, engenheiro da NASA Kelly Smith explica sobre os muitos riscos e perigos que cercam a nova missão “Deep Space Orion” para o planeta Marte.


Engenheiro da NASA Kelly Smith
Engenheiro da NASA Kelly Smith

Surpreendentemente, entre as principais preocupações de Kelly é se sua nave espacial pode passar com êxito através do perigoso “Cinturão de Van Allen”.

O Cinturão de Van Allen é uma região onde ocorrem vários fenômenos atmosféricos devido a concentrações de partículas no campo magnético terrestre, descoberto em 1958 por James Van Allen, que elaborou um experimento de raios cósmicos embarcado na sonda americana Explorer 1, lançada em janeiro de 1958.

Imagem ilustrativa do Cinturão de Van Allen
Imagem ilustrativa do Cinturão de Van Allen

Devido a esse perigo em potencial, a NASA terá que fazer um teste inicial para verificar quais os potenciais efeitos da radiação terão sobre as futuras tripulações humanas, bem como o efeito em sensores e equipamentos delicados da nave.
A pergunta é: Por que toda essa preocupação pela NASA? Por que simplesmente eles não usam a mesma tecnologia de 1.969, a qual afirmam ter usado nas primeiras missões Apollo na lua?


Via: wace

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Nenhum comentário