Publicidade

Últimas Notícias
recent

Maior chuva do mundo castiga Rio Grande do Sul


Equipes do Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) de Porto Alegre instalaram, neste sábado, barricadas de sacos de areia para tentar impedir que a água que invadiu o Cais Mauá, em função da cheia do Guaíba, escoe para a Avenida Mauá, medida que não era tomada desde a cheia de 1984. Cerca de 150 sacos com 25 quilos foram colocados ao pé da comporta que fica no cruzamento das avenidas Mauá e Padre Thomé, onde a água que sobe do esgoto e das ondas alagou parte do cais e escoou para o desnível abaixo da placa metálica. A estratégia de prevenção incluiu ainda o fechamento de todas as 14 comportas do muro.

Prefeitura coloca barricadas para impedir avanço da água na Avenida Mauá Jéssica Weber/Agência RBS
Sacos de areia foram colocados em comporta para impedir que água escoe em direção à Avenida MauáFoto: Jéssica Weber / Agência RBS

Diferente do muro de concreto, as comportas não possuem sistema de vedação, são formadas por trilhos na parte inferior. Por isso, nas placas metálicas, ou seja, nas comportas, fazemos essa barricada para evitar que a água invada a Mauá — explica o diretor-geral do Departamento de Esgoto Pluvial (DEP) Tarso Boelter.
Boelter afirma que, neste sábado, essa será a única comporta vedada com os sacos de areia.
— Vamos seguir monitorando o Guaíba e fazer uma vistoria completa para identificar se há risco de ter água saindo por outra comporta — finaliza.
Neste fim de semana, o Guaíba voltou a atingir proporções históricas. Por volta das 14h de sábado, a medição alcançou 2m94cm, superando em cinco centímetros os 2m89cm de segunda-feira. Com isso, o nível atingiu a maior marca em 74 anos. Ao longo da noite, o Guaíba baixou, chegando aos 2m90cm na madrugada de domingo. 
A medição ficou comprometida após este horário em função do desligamento preventivo da energia elétrica no cais. Como havia riscos, a prefeitura optou pelo desligamento da rede elétrica e pela utilização de geradores. Equipes do Centro Integrado de Controle tentavam religar a chamada "régua eletrônica", responsável pela medição do nível do Guaíba.

Tecnicamente, segundo a prefeitura, houve transbordamento da água do Guaíba em dois pontos da cidade. Na zona Sul, na orla do bairro Ipanema, e também no Cais Navegantes, zona norte da Capital. 
Essas nuvens têm formato de bigorna, com base entre 700 m e 1,5 km e topo de em média 10 km de altura, podendo chegar a até 18 km de altura. São formadas por gotas d'água, cristais de gelo, flocos de neve e granizo.

Via: ZeroHora
PARTICIPAÇÃO
Os leitores podem colaborar com o conteúdo do UL enviando notícias, fotos e vídeos
(de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, Envie sua Notícia para uniaodoslivres@hotmail.com
***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

Tecnologia do Blogger.