Publicidade

Últimas Notícias
recent

O "EFEITO" FRANCISCO: Papa Francisco torna-se uma "ameaça à ordem econômica global", diz especialistas


No Marco Zero, o antro do medo e da memória do atentado terrorista do 11 de setembro de 2001Francisco levanta o seu "silencioso grito" contra o ódio e a violência. E a água que escorre nas fontes sobre a superfície torna-se, nas palavras do papa, "as lágrimas" de uma humanidade sofredora.
A reportagem é de Giampiero Gramaglia, publicada no jornal Il Fatto Quotidiano, 26-09-2015. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
Talvez seja o momento mais intenso do percurso de Bergoglio em Nova York, da ONU até onde estavam as Torres Gêmeas, do Brooklyn ao Harlem. Lugares-símbolo de uma geografia não casual, onde se encontram todas as realidades de uma cidade-espelho dos EUA e do planeta.
Francisco modula a mesma mensagem transmitida na quinta-feira ao Congresso dos EUA, reunido em sessão plenária: casa, terra, trabalho e liberdade para todos; que as finanças não estrangulem pobres e fracos; o fim das armas nucleares ("Espero que o acordo com o Irã dure", diz ele) e o banimento das guerras; reformar a ONU e ampliar a participação na governança global: e, ainda, o apelo pelo clima e pelo ambiente, no rastro da encíclica Laudato si' e em vista da Cúpula de Paris.
China entra na fila e apresenta um novo plano contra as emissões e o aquecimento global. E a Assembleia adota os novos objetivos contra a miséria e a desigualdade.
Mas a mensagem do papa não tem unanimidade: nos EUA, ela levanta dúvidas e perplexidades que a grande mídia expressa com pontos de interrogação. Se o New York Times concorda que "a política deve estar a serviço das pessoas, não das finanças", o Washington Post se pergunta se Bergoglio não constitui "uma ameaça à ordem econômica" norte-americana e mundial; e o Wall Street Journal, que é o "house organ" do capitalismo norte-americano, levanta a questão de saber se essa visita de um líder religioso não é "política demais".
A inconveniência de Francisco é perceptível. A Fox, que não hesita em ser brutalmente conservadora, sentencia claramente que "a religião não tem nada a ver com o salário mínimo e com os condicionadores": uma forma de banalizar a equidade social e o respeito pela natureza, que seria a criação, que têm tudo a ver com a religião.
Mas sente-se também na Igreja norte-americana a agitação e a renovação que o papa traz. O Christian Science Monitor, que tem uma grande autoridade, reconhece-se nos "projetos ambiciosos" de Bergoglio, mas puxa a sua túnica branca: "E as mulheres na Igreja?".

E lá no Marco Zero o cardeal de Nova YorkDolan, faz uma pequena vingança: "Santidade, nós estamos cheios de erros – diz, ecoando as reprimendas emitidas ao episcopado norte-americano por Francisco na Catedral de São Mateus em Washington –, mas isto nós sabemos fazer bem".
"Isto" é o diálogo inter-religioso: parece que estamos em Assis, que, não por acaso, é a terra de São Francisco, com os representantes de 12 fés que rezam juntos, em primeiro lugar, um ao lado do outro: o rabino judeu e o imã muçulmano.
O papa fala de "uma diferença aceita e reconciliada": não pretende fundir as fés em uma só, quer que cada um creia "a seu modo, mas juntos"; não busca converter, mas pacificar.
Claro, há retórica no Marco Zero: as trevas e a luz, o ódio e o amor, a vida "destinada a triunfar sobre os profetas da destruição". E há repetição no discurso para a ONU em relação ao do Congresso: a novidade é que, sendo feito em espanhol, é mais fluido para Bergoglio, que, depois, também no Marco Zero, já cansado, pede desculpas, mas fala na sua língua.
Lá fora, as pessoas o esperam – mas, desta vez, cansado, não consegue atendê-las. E uma seita o contesta: "Sigam-no e pereçam no inferno".
Hoje, a viagem continua: Francisco vai para a Filadélfia, para o encontro com as famílias.
Via: unisinos
PARTICIPAÇÃO
Os leitores podem colaborar com o conteúdo do UL enviando notícias, fotos e vídeos
(de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, Envie sua Notícia para uniaodoslivres@hotmail.com
***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres

Tecnologia do Blogger.