Médico italiano com ebola passa por tratamento intensivo após piora

Share:
Foto cedida pela Força Aérea Italiana mostra pessoas vestidas em trajes de proteção biológica durante o  transporte de um médico que testou positivo para o vírus ebola em um aeroporto militar perto de Roma. É primeiro caso confirmado da doença na Itália (Foto: Força Aérea Italiana/AP)Foto cedida pela Força Aérea Italiana mostra
pessoas vestidas em trajes de proteção biológica
durante o transporte de um médico que testou
positivo para o vírus ebola em um aeroporto militar
perto de Roma. É primeiro caso confirmado da
doença na Itália (Foto: Força Aérea Italiana/AP)

Homem de 50 anos tem respiração assistida, segundo hospital em Roma.
Primeiro italiano vítima da doença trabalhava para ONG em Serra Leoa.

Um médico italiano com ebola está em tratamento intensivo após a piora em seu estado de saúde, informou nesta sexta-feira (5) uma porta-voz do hospital onde ele está internado.
O médico de 50 anos, da Sicília, contraiu bola enquanto trabalhava para uma organização humanitária em Serra Leoa, um dos países mais atingidos pelo surto do vírus.
O hospital Lazzaro Spallanzani, em Roma, informou que o paciente precisou receber assistência respiratória na quinta-feira à noite. Seu estado tinha melhorado levemente na quarta.
O médico é o único cidadão italiano a ser diagnosticado com a febre hemorrágica, que já matou mais de 6 mil pessoas e contagiou cerca de 17 mil até o momento, a maioria na África Ocidental.
Ele foi transferido de Serra Leoa para Roma, onde recebe tratamento com um medicamento experimental nunca antes usado na Itália e com o plasma de pacientes que sobreviveram à 
PARTICIPAÇÃO
Os leitores podem colaborar com o conteúdo do UL enviando notícias, fotos e vídeos
(de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, Envie sua Notícia para uniaodoslivres@hotmail.com
***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Receba Nosso Conteúdo Exclusivo


Notícias Urgentes, Mensagens de Dobson Lobo e etc Uniaodoslivres
Via: G1

Nenhum comentário