Crianças sob vigilância depois de primeiro caso diagnosticado de Ébola nos EUA

Share:

Pelo menos 18 pessoas, incluíndo crianças, estão sob “vigilância médica” depois de terem estado em contacto com o primeiro paciente diagnosticado com Ébola nos Estados Unidos.
O caso está a gerar polémica, já que a equipa médica do hospital do Texas onde o homem está internado, tinha-lhe dado alta após uma primeira visita às urgências durante a qual ele disse ter viajado à Libéria, país de onde é originário.
O governador do Texas, Rick Perry, diz que entende “as preocupações dos pais, mas as crianças em situação de risco foram identificadas, estão a ser acompanhadas e a doença não pode ser transmitida enquanto não forem exibidos sintomas”.
Apesar de não haver ainda um tratamento homologado, a Organização Mundial de Saúde disse, esta quarta-feira, que duas vacinas experimentais estão numa “fase acelerada” de desenvolvimento. Durante a “primeira metade de 2015” poderão estar prontas para uma produção em massa.
A doutora Marie Paule Kieny, representante da OMS, explicou, em Genebra, que uma das vacinas, que já está a ser testada em humanos saudáveis, é “desenvolvida pela Glaxo Smith Kline”. A outra, que poderá passar em breve à fase de testes humanos, “está a ser desenvolvida nos Estados Unidos por uma companhia chamada Newlink”.
A OMS elevou também para mais de 3300 mortos o número de vítimas da epidemia na África Ocidental, dos perto de 7200 casos identificados. A maioria das mortes foi registada na Libéria.
PARTICIPAÇÃO
Os leitores podem colaborar com o conteúdo do UL enviando notícias, fotos e vídeos
(de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, Envie sua Notícia para uniaodoslivres@hotmail.com
***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Via: Euronews

Nenhum comentário