Brasil tem 37 hospitais para tratar ebola, mas faltam macacões e instrução

Share:
funcionario-do-hospital-emilio-ribas-em-sao-paulo-sp-usa-roupas-e-materiais-comprados-pela-instituicao-para-atendimento-de-possiveis-pacientes-com-ebola-1408565896232_615x300Pelo menos 37 hospitais em 25 Estados e no Distrito Federal podem receber doentes com ebola no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. De acordo com o ministério, os hospitais de referência em doenças infectocontagiosas têm estrutura adequada para cuidar desses doentes.
Segundo o UOL apurou, entretanto, alguns deles não possuem EPIs (equipamentos de proteção individual) como luvas, capotes e máscaras essenciais para a proteção de médicos e enfermeiros, e sequer os profissionais treinados para a eventualidade de uma epidemia.
Guiné, Libéria e Serra Leoa vivem surtos da doença, que já matou mais de 1.200 pessoas de fevereiro até agosto, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde). Casos já surgiram também na Nigéria, o maior país africano; norte-americanos e espanhóis contaminados foram transportados para os seus países para serem tratados, e aeroportos de todo o mundo estão em alerta.

Paraná é mais preparado

No Brasil, o Paraná é o Estado com mais hospitais preparados para receber doentes de ebola: sete –dois em Curitiba, um em Londrina, um em Maringá, um em Cascavel, um em Foz do Iguaçu e um em Paranaguá.

PARTICIPAÇÃO
Os leitores podem colaborar com o conteúdo do UL enviando notícias, fotos e vídeos
(de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, Envie sua Notícia para uniaodoslivres@hotmail.com
***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Via: Diário da Zona Noroeste

Nenhum comentário