Adolescentes austríacas que se juntaram ao ISIS agora querem ir para casa

Share:


As informações sobre as duas meninas que fugiram Áustria em abril para participar do Estado Islâmico é muitas vezes escassos e contraditórios.
No mês passado, o governo austríaco acredita ambas as meninas estavam grávidas e que um deles pode ter sido morto. Agora eles estão reivindicando as meninas estão vivos e tentando voltar para casa.
De acordo com o New York Post,  a Áustria alega que houve uma campanha de desinformação por parte do Estado islâmico para ligar as duas meninas em crianças do poster para os forasteiros juntando a sua causa.
A agência de notícias austríaca  Oesterreich  relatou que as meninas encontraram uma forma de entrar em contato com suas famílias e manifestaram o desejo de ir para casa. Eles dizem que as meninas percebem que eles fizeram foi errado, e entender a brutalidade do regime do Estado islâmico.

Um funcionário do governo austríaco era duvidoso que isso iria acontecer.
"O problema principal é sobre as pessoas voltem para a Áustria. Uma vez que saem, é quase impossível ", disse o porta-voz do Ministério do Interior austríaco disse .

 

PARTICIPAÇÃO
Os leitores podem colaborar com o conteúdo do UL enviando notícias, fotos e vídeos
(de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, Envie sua Notícia para uniaodoslivres@hotmail.com
***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Via: Rare

Nenhum comentário