À BEIRA DA CRISE: Brasil tem o 3º maior rombo externo global

Share:

COM DÉFICIT DE US$ 81 BILHÕES PAÍS SÓ FICA ATRÁS DE EUA E GRÃ-BRETANHA

Com o déficit de US$ 81,075 bilhões nas transações correntes – comércio e serviços – o Brasil registrou o terceiro maior rombo nas contas externas em 2013, segundo relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI). O valor equivale a 3,6% do Produto Interno Bruto (PIB). o pior resultado desde 2001.

De acordo com o estudo World Economic Outlook (Perspectivas da Economia Mundial), em termos absolutos e percentuais, o Brasil só fica atrás de Estados Unidos (US$ 400 bilhões, ou 2,4% do PIB) e Grã-Bretanha (US$ 114 bilhões, ou 4,5% do PIB). O documento compara os números de 2013 com os de 2006.

O relatório afirma que, desde 2006, ocorre aumento no déficit externo de algumas das principais economias emergentes, entre elas Brasil, Índia, Indonésia, México e Turquia, além de economias mais avançadas exportadoras de commodities, como Austrália e Canadá.

Para 2014, o Banco Central prevê que o rombo fique em US$ 80 bilhões. Em agosto, o déficit em conta corrente do Brasil atingiu US$ 5,489 bilhões, chegando a 3,47% do PIB no acumulado em 12 meses até agosto.

O Brasil também tem o terceiro maior passivo externo líquido: US$ 750 bilhões, que equivalia a 33,4% do PIB, ano passado. O país fica atrás apenas de EUA (US$ 5,698 trilhões, ou 34% do PIB) e da Espanha (US$ 1,4 trilhão, ou 103,1% do PIB).

“Os riscos sistêmicos derivados dos desequilíbrios globais diminuíram, mas, para reduzir os empréstimos externos nas economias devedores requer melhoras na balança de transações correntes e um crescimento mais forte”, defende o FMI.

Para o fundo, a necessidade de maior crescimento econômico equilibrado, sem depender excessivamente das exportações, nem do mercado interno, não se restringe aos país mais deficitários. Também deve preocupar os que têm “margens graças a seus potentes superávits”.

PARTICIPAÇÃO
Os leitores podem colaborar com o conteúdo do UL enviando notícias, fotos e vídeos
(de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, Envie sua Notícia para uniaodoslivres@hotmail.com
***DEIXE SEU COMENTÁRIO ***

Via: Monitor Mercantil

Nenhum comentário