Publicidade

Últimas Notícias
recent

Revelado: Nazistas haviam planejado ataque em massa utilizando mosquitos da Malária

O cientista alemão Klaus Reinhardt, docente da Universidade de Tübingen, afirma ter encontrado evidências incontestáveis sobre um plano nazista com mosquitos da malária. Os insetos infectados seriam utilizados como arma bacteriológica durante a Segunda Guerra Mundial. 
 
A declaração do cientista foi feita após um detalhado estudo realizado em arquivos históricos de 1944. Os documentos relatam atividades do campo de concentração de Dachau. Conforme a investigação, diversos grupos trabalhavam em pesquisas científicas no local, na tentativa de identificar um mosquito para ser vetor da malária. O objetivo seria contaminar maior quantidade de inimigos possíveis. Sabe-se que os prisioneiros de Dachau serviram como cobaias dos cientistas nazistas, sendo infectados deliberadamente com diversas doenças. 
 
Heinrich Himmler, líder das SS, ordenou a criação de um Instituto Entomológico em 1942, conhecido como Instituto Waffen. Na época, a criação da entidade foi justificada como local de pesquisas científicas voltadas para a criação de antídotos para doenças transmitidas por insetos. Entretanto, depois de analisar exaustivamente os documentos do infame instituto, Reinhardt alega que todos os planos apontavam para o planejamento e desenvolvimento de uma possível guerra bacteriológica. 
 
Entre as várias espécies de mosquitos testadas na época, Heinrich Himmler recomendou a utilização do Anopheles, chamado de mosquito-prego no Brasil, conhecido mundialmente como transmissor da malária entre os seres humanos. 

Fonte: http://noticias.seuhistory.com
Tecnologia do Blogger.